Cuiabá, 17 de Maio de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quarta-feira, 20 de Março de 2024, 14:22 - A | A

Quarta-feira, 20 de Março de 2024, 14h:22 - A | A

COMUNIDADE RIO DOS PEIXES

Turismo reúne-se com comissão para alinhar 5ª edição do Festival da Pamonha em Cuiabá

Oziane Rodrigues
Secom - Cba

A Prefeitura de Cuiabá prepara a 5ª edição do Festival da Pamonha junto à comunidade Rio dos Peixes, situada no km 23 da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251). Para dar início às ações da semana, o secretário municipal de Turismo, Lincoln Tadeu Sardinha Costa, reuniu-se com a comissão do evento e com secretários que irão compor a organização da festividade, que será realizada de 19 a 21 de abril. 

O Festival da Pamonha foi criado pela gestão Emanuel Pinheiro em 2018, atendendo ao pedido da comunidade local. Desde então, já foram acumuladas mais de 88 toneladas de produtos derivados do milho, vendidos. Os números são expressivos, com 4 mil quilos em 2018, 11 mil em 2019, pausa em 2020 e 2021 devido à pandemia de coronavírus, seguido por 30 toneladas em 2022 e 36 toneladas em 2023. Além disso, o evento gerou emprego para mais de 300 pessoas, de forma direta e indireta.

Considerando as dificuldades causadas ao Portão do Inferno, trecho que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, este ano, conforme menciona o secretário de Turismo, a expectativa é superar os números das edições anteriores.

“Naturalmente, queremos superar os números das edições passadas, com uma média de 40 toneladas de vendas em produtos derivados do milho. Mas este ano, mais do que isso, queremos trazer de volta o público para o comércio do Rio dos Peixes, que está prejudicado em razão do desabamento de parte do paredão do Portão do Inferno”, ressaltou.

Para a líder da comissão do Festival, Kátia Maraiki Schroeder, esse é um dos maiores desejos das famílias que dependem do comércio local. “Todos nós estamos sentindo muito os impactos desse 'pare e siga'. Nosso movimento despencou e várias famílias ficaram desempregadas. Portanto, o sucesso do Festival da Pamonha este ano, sem dúvida, virá para abençoar e dar um fôlego para todos nós comerciantes locais”, destacou.

Para o Secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, que foi um dos precursores do festival, se depender dos esforços da gestão, o evento deste ano será um sucesso absoluto. “A gestão Emanuel Pinheiro criou esse evento como uma alternativa de turismo e fomento à comunidade, e sabemos que este ano será desafiador devido às dificuldades enfrentadas no Portão do Inferno. Contudo, queremos deixar claro que não pouparemos esforços para, junto com a comunidade, entregarmos o melhor Festival da Pamonha da história”, enfatizou Vuolo.

Este ano, o festival da Pamonha acontecerá  de 19 a 21 de abril, das 8h às 20h, e contará com  27 barracas de produtos derivados do milho na praça de alimentação, além dos demais comércios e opções alimentícias. A secretaria também prevê entretenimento regional.

Além das secretarias de Turismo e Trabalho e Desenvolvimento Econômico, farão parte da organização as pastas de Cultura, Limpeza Urbana - Limpurb, Ordem Pública, Meio Ambiente e Mobilidade Urbana, Semob.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]