Cuiabá, 20 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2024, 08:59 - A | A

Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2024, 08h:59 - A | A

Vacinação

SUS vai aplicar vacina da dengue a partir de fevereiro em 521 cidades

Ministério da Saúde anunciou, nesta quinta-feira (25/1), estratégias para enfrentamento da dengue no país

Mariah Aquino
metrópoles

Ministério da Saúde anuncia, nesta quinta-feira (25/1), ações para enfrentamento à dengue no país. De acordo com a pasta, a campanha de vacinação começa em fevereiro, priorizando o público-alvo de regiões endêmicas para a doença em 521 municípios.

A escolha dos locais prioritários seguiu três critérios: municípios de grande porte (com mais de 100 mil habitantes), com alta transmissão de dengue registrada em 2023, e com maior predominância do sorotipo DENV-2.

Dessa forma, 16 estados e o Distrito Federal preenchem os requisitos para iniciar a vacinação. O grupo a ser imunizado neste primeiro momento é composto por crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, faixa etária que concentra o maior número de hospitalizações por dengue, de acordo com o ministério, depois dos idosos (que não têm indicação de vacinação pela Anvisa).

O estado com mais municípios selecionados é Goiás (134), seguido pela Bahia (115), Mato Grosso do Sul (79) e Paraná (30).

A farmacêutica Takeda, que fabrica a vacina Qdenga, tem capacidade limitada de fornecimento das doses para este ano. O esquema vacinal é composto de duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

O Brasil pode atingir recordes na quantidade de casos e mortes por dengue neste ano, de acordo com estimativas da pasta apontando que os casos da doença variem de 1,7 milhão até 5 milhões, com média de 3 milhões. A variabilidade resulta de uma combinação de fatores, como calor intenso, chuvas abundantes e ressurgimento dos sorotipos 3 e 4 do vírus que causa a doença.

Só nos primeiros 15 dias do ano, foram 55.859 registros de dengue no país, com seis mortes. A incidência de casos está em 27,5/100 mil habitantes. No mesmo período de 2023, haviam sido computados 26.801 casos – ou seja, houve aumento de 108% no número de casos, mas com 17 mortes.

Em 2023, o país registrou o maior número de mortes causadas pela dengue: 1.079 óbitos confirmados até o fim de dezembro, com outros 211 ainda em investigação.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]