Cuiabá, 20 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024, 09:16 - A | A

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024, 09h:16 - A | A

"corredor"

Moto no "corredor" entre os carros: pode ou não pode?

Na quinta-feira (22), um motociclista morreu ao tentar passar em um corredor e sofrer um acidente. A reportagem conversou com especialistas que explicaram se essa prática é correta e os cuidados a serem tomados.

Na última quinta-feira (22), um motociclista morreu ao tentar passar em um "corredor" e sofrer um acidente, em Cuiabá. Moacir Rodrigues Duarte, de 55 anos, tentou passar entre dois carros, quando bateu na lateral de um dos veículos e caiu. Ele teve uma fratura exposta e hemorragia. A reportagem conversou com especialistas que explicaram se essa prática é correta.

O novo Código Brasileiro de Trânsito diz que o uso dos corredores por motociclistas é permitido quando o trânsito estiver parado ou lento. Para realizar a passagem, a velocidade precisa ser compatível com a segurança de pedestres, ciclistas e demais veículos.

“A recomendação é prestar atenção se há espaço para passagem. Por segurança, é bom aguardar o melhorar fluxo e seguir de forma correta nas vias”, explicou a coordenadora de Ações Educativas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), Gresiella Almeida.

Dados da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran) mostram que, somente em fevereiro deste ano, ocorreram oito acidentes de trânsito com morte, em Cuiabá, envolvendo motocicletas, em que vítimas foram os responsáveis.

O delegado Christian Alessandro Cabral lembrou que o condutor que trafega nesses locaisgera risco tanto à própria segurança, quanto à segurança dos demais veículos e, em especial, aos pedestres.

“Muitas vezes, quando [os pedestres] estão passando entre os veículos parados, principalmente em faixas de semáforo, são surpreendidos com motocicletas trafegando no corredor e aí são atropelados”, disse.

De quem é a culpa?

De acordo com o delegado, não existe "corredor viário". Os motociclistas trafegam na área delimitada entre as faixas de circulação, que servem para demarcar com segurança o espaço de cada veículo.

"Quando um condutor passa por esse local, em cima das linhas demarcadas, e se envolve em acidentes, a responsabilidade é dele”, pontuou.

Por fim, o delegado disse que o motociclista precisa lembrar que está conduzindo um veículo automotor e, com isso, é preciso ter o mesmo comportamento do motorista de um veículo de quatro rodas, observando o mesmo espaço e as mesmas regras de circulação.

“O motociclista não deve andar sobre a calçada, não deve fazer travessia sobre o canteiro central e, menos ainda, fazer ultrapassagem entre veículos, sejam em movimento ou parados”. 

Comente esta notícia

Antônio José dos Santos 03/03/2024

Faço das palavras do Doutor Cristian Cabral asminhas palavras.Embora a lei permite motoqueiros andarem no corredor,eu acho errado,permissão não é aceitação,pois mais de 80 por cento dos motoqueiros não tem respeito no trânsito, falo com propriedade,pois estou no trânsito todos os dias,e sou muito observador.Resumindo motoqueiros acham que tem prioridades no trânsito e isso não é verdade.O que está faltando é educação entre todos,mais amor e respeito à vida.

1 comentários

1 de 1

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]