Cuiabá, 15 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Esporte Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 09:00 - A | A

Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 09h:00 - A | A

Reintegrar

Petit tem conversas para reintegrar Deyverson: "Vai nos ajudar muito"

Após mais uma derrota do Dourado no Brasileirão, técnico português admitiu que o atacante faz falta; jogador está afastado desde abril

Esporte MT

Após mais um revés e um desempenho sem gols do Cuiabá no Brasileirão, o técnico Petit surpreendeu ao revelar sua intenção de reintegrar Deyverson ao elenco.

Durante uma coletiva após a derrota por 1 a 0 para o Inter, o treinador português elogiou o atacante e indicou que tem mantido conversas com a diretoria sobre a possibilidade de tê-lo de volta em campo.

"Estamos em diálogo para reintegrar Deyverson e prepará-lo da melhor forma para nos auxiliar. Conheço-o há muitos anos, desde Portugal e também da Alemanha.

Ele é um jogador que certamente nos ajudará no futuro. Vamos discutir isso, eu, o presidente e Deyverson, para decidir o melhor curso de ação e prepará-lo o mais rápido possível, pois temos nove jogos até o final do mês e precisaremos de todos", destacou Petit.

O Cuiabá passou em branco em cinco jogos, com dois confrontos adiados, sendo a única equipe do Brasileirão ainda sem pontos ou gols. Petit admitiu que a ausência de Deyverson, afastado desde abril, tem sido sentida e enfatizou a importância de sua recuperação já na próxima rodada.

"É necessário encontrar um equilíbrio entre defesa e ataque. Um defensor também pode chegar na área e marcar. Todos são importantes, Deyverson tem qualidade, conhecemos sua contribuição na temporada passada.

Derik também é valioso, o conheci em Portugal e sei o que pode acrescentar à equipe. Todos são fundamentais para darmos a volta por cima. Contra o Vitória, será mais uma batalha crucial, precisamos dar uma resposta positiva e lutar pelos três pontos", ressaltou o técnico.

Apesar da derrota para o Inter, foi a primeira vez que Petit sofreu um revés em cinco jogos desde sua estreia na Série A, após quatro vitórias e um empate. Ele elogiou o começo de partida de sua equipe, mas atribuiu parte da responsabilidade pelo resultado ao condicionamento físico.

"Esta é uma competição desafiadora, onde o Brasileirão é nossa prioridade. Nosso objetivo era conquistar os três pontos, o que não conseguimos. Estávamos bem no jogo até cerca de 30 minutos, quando o Inter começou a dominar, embora as melhores chances no primeiro tempo fossem nossas.

O Inter melhorou com as mudanças no segundo tempo. Sofremos um pouco com o desgaste, especialmente por termos jogado na Argentina dois dias antes (contra o Lanús, pela Sul-Americana).

Quando estávamos prestes a fazer mudanças, sofremos o gol. Tentamos alterar o sistema, jogando com dois atacantes, mas não obtivemos sucesso", explicou.

Na lanterna do Campeonato Brasileiro, o Cuiabá busca se reabilitar diante do Vitória, na quarta-feira, às 19h (horário de Mato Grosso), na Arena Pantanal, em um jogo adiado da segunda rodada.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]