Cuiabá, 19 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quinta-feira, 14 de Março de 2024, 08:38 - A | A

Quinta-feira, 14 de Março de 2024, 08h:38 - A | A

CNH SOCIAL

Deputados de MT aprovam inclusão de povos originários no programa CNH Social

O projeto segue para a avaliação do governador, que pode aprovar ou vetar a alteração. O programa disponibiliza a primeira CNH gratuitamente para pessoas de baixa renda.

Deputados estaduais aprovaram a inclusão de povos originários no programa CNH Social, que disponibiliza a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gratuitamente para pessoas de baixa renda. A proposta foi votada em um sessão realizada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), nessa quarta-feira (13).

As inscrições para ser beneficiário do programa começaram nessa segunda-feira (11) e vai até essa quinta-feira (14). A estimativa é atender 10 mil pessoas, neste ano, para garantir o direito de mobilidade e qualificação para o mercado de trabalho.

A Assembleia propôs uma alteração para incluir indígenas e quilombolas. Agora, o projeto segue para a avaliação do Governador Mauro Mendes (União), que pode aprovar ou vetar a proposta.

O programa

O programa vai custear 100% das taxas de emissão aos beneficiários que se enquadrarem nos critérios. Os interessados precisam preencher o formulário de inscrição que está disponível no site da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Setasc). A avaliação dos inscritos e seleção dos beneficiários também será feita pela Pasta.

A lista dos candidatos será encaminhada para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para o atendimento.

Quem pode se inscrever?

Para se inscrever no programa é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), ter mais de 18 anos, saber ler e escrever, morar em Mato Grosso há pelo menos um ano.

De acordo com o governo, quem já possui um Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach) em aberto não poderá participar. O programa também não contempla renovação de CNH e nem a emissão do documento definitivo.

Os beneficiados não pagarão as seguintes despesas:

- Exame de aptidão física e mental ou junta médica;
- Exame de avaliação psicológica;
- Exame teórico, reexame teórico;
- Exame prático de direção veicular;
- Reexame prático de direção veicular, e demais taxas referentes à abertura de requerimento, coleta de fotos, lançamento de frequência de curso teórico e de confecção da CNH nas categorias A ou B. No caso dos reexames, é permitido somente um por beneficiário.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]