Cuiabá, 21 de Maio de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2024, 16:19 - A | A

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2024, 16h:19 - A | A

IMÓVEIS

Cuiabá movimenta mais de R$ 4,2 bilhões no mercado imobiliário

Os dados de 2023 mostram que a maioria dos imóveis vendidos no ano passado são usados

Redação
Primeira página

Mais de R$ R$ 4,2 bilhões foram movimentados no mercado imobiliário de Cuiabá em todo o ano passado. O levantamento é do Secovi-MT (Sindicato da Habitação de Mato Grosso) e divulgado pela Fecomércio-MT.

Conforme o levantamento de 2023 dos Indicadores do Mercado Imobiliário de Cuiabá, o montante é 1,49% superior que o registrado no ano anterior. No entanto, foi observado um recuo de 14,02% no número de unidades comercializadas no período, chegando a 9.218 imóveis em 2023.

Apesar da redução observada na pesquisa, o valor total transacionado se aproxima da máxima histórica de 2021, quando foi registrado uma circulação no setor de mais de R$ 4,3 bilhões. Já o número de unidades comercializadas segue em queda pelo segundo ano consecutivo, quando em 2021 atingiu o recorde de vendas, com quase 12 mil imóveis.

O presidente do Secovi-MT, Marco Pessoz, que também responde pela vice-presidência da Fecomércio-MT, ressalta, inclusive, que foi observado um aumento significativo no valor total de vendas de imóveis entre o 4º trimestre de 2022 com o mesmo período de 2023.

Ele diz que o último trimestre do ano passado apresentou um sinal de recuperação, com um notável aumento transacionado, passando de R$ 895.9 mi em 2022 para R$ 1,1 bilhão em 2023, um crescimento de aproximadamente 23%.

Imóveis mais vendidos

Os dados de 2023 mostram que a maioria dos imóveis vendidos no ano são usados (8.275) e apenas 943 foram de novos empreendimentos. Do total comercializado, a maioria (3.958) foram de apartamentos. As regiões leste e oeste da capital mato-grossense foram as mais buscadas, correspondendo a 64,6% total comercializado, em áreas consideradas residenciais.

O ticket médio saltou em 13,6% entre 2022 e 2023, com uma média de gasto de R$ 456.215,03, sendo que no último trimestre de 2023, o valor chegou a R$ 505,3 mil. O responsável técnico pela pesquisa e vice-presidente do Secovi-MT, Guido Grando Junior, destacou a tendência de compras por parte dos consumidores.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]