Cuiabá, 19 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Variedades Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2024, 15:27 - A | A

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2024, 15h:27 - A | A

ATENÇÃO

Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde alerta para o risco das subvariantes da Ômicron

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde - Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEI de Cuiabá), emitiu alerta nesta quarta-feira (24), para ressaltar o risco da Covid-19 devido à variante BA sublinhagens BA.2.86.3, JN.3, JN.1, BA.2.86.1. Em Mato Grosso foi detectada a nova subvariante J.N 2.5, que é uma variante da Ômicron,  sendo esse o primeiro registro no Brasil. Com base nas informações contidas na nota técnica 83/2023, do Ministério da Saúde devem ser adotadas as seguintes medidas preventivas:

-Manter o esquema vacinal disponível contra a Covid-19 é importante. Ressalta-se a importância da dose de reforço para indivíduos com 60 anos ou mais e para aqueles com 12 anos de idade ou mais, que tenham recebido a última dose.

-Outras medidas incluem evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença, lavagem frequente das mãos, preferencialmente com água e sabão, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente. O uso de lenço descartável para higiene nasal é recomendado, cobrindo nariz e boca ao espirrar ou tossir, e higienizando as mãos após.

-É importante evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, além de não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos e copos. Manter os ambientes bem ventilados também é aconselhado.

No caso de apresentar sintomas, é recomendado permanecer em isolamento domiciliar e procurar as autoridades de saúde. O uso de máscara é indicado para realizar testes, especialmente entre o 4º e 5º dia de sintomas.

Na  terça-feira (23), o secretário de Saúde, Deiver Teixeira, realizou reunião para alinhar medidas de combate à Covid-19 em Cuiabá. Uma das medidas será a ampliação da testagem de casos da doença no município.

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde apresentou aos coordenadores de unidades de pronto atendimento e policlínicas do município um panorama sobre a subvariante JN 2.5, ressaltando a importância da realização de testagens em pacientes com suspeitas da doença.

Foram distribuídos testes do tipo RT-PCR, com alto grau de precisão na detecção do vírus, e prestadas informações de registros dos casos no sistema E-SUS. Importante ressaltar que, no caso de pacientes com suspeita da doença e com sintomas leves, recomenda-se a busca por atendimento em unidades básicas, reservando os casos mais graves para unidades de pronto atendimento.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]