Cuiabá, 20 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Saúde Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 09:44 - A | A

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 09h:44 - A | A

REESTRUTURAÇÃO

Secretaria Municipal de Saúde reorganiza atendimento nas UPAs com contratação emergencial de médicos

Da Redação

Os resultados dos esforços da gestão municipal em reorganizar o fluxo de atendimentos nas unidades de pronto atendimento (UPAs) já estão sendo percebidos na capital. Após a entrada de 94 médicos contratados por meio de um Processo de Seleção Simplificado, lançado no dia 02 de maio, as UPAs estão com praticamente todas as escalas completas durante os plantões diurnos e noturnos.

Devido a uma alta repentina na demanda por atendimento nos últimos meses, causadas por surtos de bronquiolite e gastroenterite, as UPAs registraram superlotação durante vários dias. Somado a isso, o descontentamento dos profissionais com a empresa terceirizada que presta serviço para as UPAs causava faltas constantes, o que prejudicou imensamente os atendimentos nas unidades.

“Com o impedimento da Secretaria Municipal de Saúde em realizar contratações diretas, nós abrimos primeiramente o edital de seleção simplificado 001/SMS/2024, para a contratação temporária de médicos e cirurgiões dentistas para atender a rede municipal. Essa contratação terá validade de um ano, podendo ser prorrogada por mais um ano. Como todo este processo leva quase três meses para ser concluído, decidimos fazer de maneira emergencial o Processo de Seleção Simplificada 002/SMS/2024, apenas para médicos, com validade de 35 dias, que podem ser prorrogados uma única vez por mais 35 dias. Desta maneira, quando a validade desse seletivo emergencial terminar, o seletivo que terá a duração de um ano já estará concluído, evitando que tenhamos novamente problemas com déficit de médicos”, explicou Deiver Teixeira, secretário municipal de saúde.

Dentro deste seletivo emergencial, também foram contratados outros 10 médicos de Atenção Primária à Saúde (APS), que foram alocados em unidades básicas que estavam sem estes profissionais. Da mesma forma do que nas UPAs, após o período de validade do seletivo emergencial, os médicos que forem aprovados no seletivo 001 serão convocados para ocuparem estas vagas.

“Diante dos desafios enfrentados pela saúde pública em Cuiabá, a gestão Emanuel Pinheiro demonstra um compromisso sólido em melhorar o acesso e a qualidade dos serviços médicos na capital. A contratação dos 104 médicos através do seletivo simplificado emergencial é um passo significativo para mitigar a superlotação e garantir atendimentos mais eficientes nas UPAs e nas unidades básicas. Com a implementação de medidas emergenciais e a visão estratégica de longo prazo, a administração municipal busca assegurar que a saúde dos cuiabanos permaneça como prioridade absoluta”, disse o secretário.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]