Cuiabá, 21 de Maio de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Política Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 09:23 - A | A

Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2023, 09h:23 - A | A

Recytec

Seciteci entrega 220 computadores recondicionados a 15 instituições em MT; "vão garantir a inclusão digital", afirma prefeito

Restaurados por alunos do curso, equipamentos vão atender população mais vulnerável, que não tinha acesso a computadores

Paula Shaira | Seciteci-MT

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) entregou nesta semana, por meio do programa Recytec, 220 computadores recondicionados pelo Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) para 15 instituições mato-grossenses. 

A ação, fruto da parceria com a ONG Programando o Futuro, tem como objetivo reciclar os equipamentos descartados e distribuí-los em escolas, telecentros e bibliotecas públicas, propiciando o acesso à tecnologia e a informação à população em situação de vulnerabilidade social.

Entre os beneficiados pela iniciativa estão as associações Cultural Atlética Nacional Cuiabá, Promoção Humana Social Grupo Boas, Estadual Intermunicipal de Aposentados, assim como as Câmaras Municipais de Rio Branco, Barão de Melgaço, Querência, além do Conselho da Comunidade de Execução Penal.

Também foram contemplados com os computadores as escolas estaduais João Florentino Caramujo, João Crisóstomo, Nagib Saad, a Federação Mato-grossense de Futsal, as Obras Kolping Juscimeira, e as Prefeituras de Lambari do Oeste, Santa Terezinha e São José do Povo. 

Conforme o coordenador do Recytec, Alexandre César Monteiro, durante o ano foram coletadas cerca de 76 mil toneladas de equipamentos eletroeletrônicos para reciclagem e recondicionamento pelo Centro de Recondicionamento Tecnológico (CRT). Desses materiais, mais de 500 computadores foram recondicionados.

O coordenador explica que todo o processo de recondicionamento é feito conforme as normas ambientais, sendo emitidos Certificados de Destinação Final de Resíduos (CDF). Outra parte do material segue em fase de separação e desmonte e futuramente serão designados para as empresas responsáveis pela reciclagem.

Contemplado com 10 computadores para a Prefeitura de Lambari do Oeste, o prefeito Marcelo Vitorazzi ressalta a importância dessa doação para a inclusão digital no município. “Nós vamos implantar uma escola de informática para atender principalmente as pessoas que nunca tiveram condições de acesso a um computador, fazendo dessa uma ação de extrema importância para as comunidades em situação de vulnerabilidade do nosso município”, conta.

Para o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Allan Kardec, essa é uma grande oportunidade para democratização do acesso à tecnologia e contribuir com o meio ambiente.

“O Brasil só recicla 3% dos materiais eletrônicos e, a  partir desse programa,  Mato Grosso quer avançar nisso. Esses computadores, que agora estão novos, iriam parar no lixo, ou pior, para os rios, e com esse programa nós estamos ensinando jovens a fazer a montagem, desmontagem, reprogramar, montar, instalar esses computadores e entregamos novamente para a sociedade”, explica.

Além de promover o descarte apropriado, a iniciativa conta com cursos de capacitação em Montagem e Configuração, Robótica, Manutenção de Celulares, Informática Intermediária e Informática Básica. Ao longo do ano foram formados 312 alunos, divididos em diversas turmas. Ainda há oito novas turmas que seguem em formação, com previsão de conclusão ainda em 2023.

O Recytec segue aberto para receber resíduos eletrônicos que seriam descartados, tanto de empresas quanto de pessoas físicas. Para realizar a doação, basta encaminhar o material até a sede do programa, localizado na Escola Técnica Estadual de Cuiabá (Av. Gonçalo Antunes de Barros - Carumbé), ou agendar a coleta por telefone: (65) 9 9229-2675.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]