Cuiabá, 21 de Maio de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Política Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 09:05 - A | A

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 09h:05 - A | A

NOVO PAC

Novo PAC prevê R$ 60 bilhões para Mato Grosso

Ulisses Lalio - Gazeta Digital

Com o ano de 2024 iniciado, o governo Federal também dará início a finalização de obras inacabadas, moradias do Programa Minha Casa Minha Vida, construção da BR-158; a construção da BR-242 e a ferrovia EF-170 (Conhecida como Ferrogrão) estão entre as obras prioritárias do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Mato Grosso. O pacote de obras terá o investimento de R$ 60,6 bilhões no estado nos próximos anos e 206 projetos em andamento. As informações foram levantadas junto ao sistema de Business Inteligencie (BI) do Ministério da Casa Civil. 

O Novo PAC está organizado em Medidas Institucionais e em 9 eixos de investimento. As medidas institucionais são um conjunto articulado de atos normativos de gestão e de planejamento que contribuem para a expansão sustentada de investimentos públicos e privados no Brasil. 

O programa incluiu novos eixos de atuação como a inclusão digital e conectividade para levar internet de alta velocidade a todas as escolas públicas e unidades de saúde. Além de expandir o 5G, vai levar rede 4G a rodovias e regiões remotas. O investimento no Mato Grosso é de R$ 2 bilhões. São dez projetos que devem levar conectividade a 2.271 escolas; 141 sedes municipais; 186 localidades conectadas; 3.205 km de rodovias federais com acesso à internet. 

O PAC também inclui 86 projetos com o eixo cidades sustentáveis e resilientes. O setor prevê construir novas moradias do Minha Casa Minha Vida e financiar a aquisição de imóveis. O Novo PAC investirá na modernização da mobilidade urbana de forma sustentável, em urbanização de favelas, esgotamento sanitário, gestão de resíduos sólidos e contenção de encostas e combate a enchentes. O investimento no Mato Grosso é de R$ 1,6 bilhão. 

Ao todo, serão finalizadas e entregues 7.638 unidades habitacionais. Os municípios mato-grossenses contemplados com o maior número de habitações na retomada do PAC e do MCMV são Várzea Grande, com 2.549 unidades habitacionais, seguido de Sinop (1.442), Barra do Garças (1.436) e Rondonópolis (1.155). 

Em volume de investimentos, o segundo eixo que o estado receberá investimentos é o da Educação, Ciência e Tecnologia para o qual já foi reservado R$ 14,8 bilhões. O programa vai impulsionar a permanência dos estudantes nas escolas, a alfabetização na idade certa e a produção científica no Brasil. 

O eixo água para todos incluiu a segunda e terceira maiores cidades de Mato Grosso - Várzea Grande e Rondonópolis, respectivamente. A primeira sofre com o crônico problema de falta de água. Serão R$ 200 milhões para atender o Estado. Além disso, também prevê investimentos no fortalecimento de comunidades indígenas e quilombolas. 

Na cultura, serão três obras ao custo de R$ 300 milhões para o estado. No pacote está previsto a restauração da Igreja Senhor dos Passos; a retomada da obra de restauração do Casarão de Bem Bem, entre outras.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]