Cuiabá, 21 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Política Sexta-feira, 31 de Maio de 2024, 08:42 - A | A

Sexta-feira, 31 de Maio de 2024, 08h:42 - A | A

OBRAS NA BR-163

Nova Rota busca R$ 5 bi no BNDES para antecipar duplicação

Empréstimo terá como garantia arrecadação do pedágio; expectativa é banco libere recurso até setembro

Da Redação

A Nova Rota do Oeste, concessionária que administra trecho da BR-163, busca um empréstimo junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) de R$ 5 bilhões para concluir as obras da via em até três anos.  

A informação é do presidente do conselho fiscal e administrativo da empresa, o ex-senador Cidinho Santos (União). 

As tratativas para o empréstimo bilionário tiveram início no ano passado, a pedido do governador Mauro Mendes (União). De acordo com o Cidinho, o governador que dar celeridade à recuperação e duplicação da BR-163 e, por isso, o recurso é necessário. 

“O que temos o prazo de oito anos, conforme o TAC assinado com o TCU e a ANTT, para executar essas obras. Talvez, com o nosso caixa normal de arrecadação, conseguiríamos executar essas obras. No entanto, é desejo do governador antecipar essas obras entendendo a importância da rodovia”, disse. 

“Imagina ficar oito anos para fazer a duplicação da Imigrantes. Ninguém aguenta! Mas dentro do TAC temos esse prazo”, emendou.

Empresa privada  

Cidinho ressalta que a Nova Rota é uma empresa privada e, por isso, o empréstimo com a instituição financeira não precisa do aval do Governo do Estado, tampouco do Legislativo mato-grossense.  

A Nova Rota tem a MT Par, uma empresa pública, como acionista majoritária, e é a detentora da concessão de trecho da BR-163 em Mato Grosso desde maio do ano passado. 

“Não precisa da validação do Governo do Estado. É um financiamento para a empresa Rota do Oeste dando como garantia a nossa arrecadação do pedágio”, disse.  

A expectativa é de que o montante já esteja disponível para o uso da concessionária a partir de setembro desse ano. 

“Tendo aprovação faremos a contratação do financeiro confirme a necessidade. Não precisamos, necessariamente, pegar o valor de uma vez só”, explicou.  

O governador Mauro Mendes tem articulado em Brasília o empréstimo com o BNDES. No início deste mês, esteve com Cidinho e uma comitiva de políticos e secretários, em reunião na instituição.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]