Cuiabá, 20 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Política Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 15:16 - A | A

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 15h:16 - A | A

PRESIDÊNCIA DO MDB

Emanuelzinho ameniza embates com Janaina e exige respeito

Vanessa Araujo
Especial para o GD

Os bastidores para a disputa da presidência do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Cuiabá têm dado o que falar, isso porque recentemente a deputada Janaina Riva (MDB) afirmou que, caso o deputado federal Emanuelzinho (MDB) assuma o partido, haverá um esvaziamento. Dessa vez, foi a chance do parlamentar responder e confirmou o convite do presidente nacional do partido para conduzir a sigla na Capital. 

Em entrevista ao programa Tribuna (rádio Vila Real FM, 98.3 FM) na manhã desta quinta-feira (11), Emanuelzinho afirmou que existe uma decisão do diretório nacional e um convite do presidente Baleia Rossi (MDB-SP) para assumir a liderança da sigla em Cuiabá. 

“Existe uma decisão do nacional pelo meu nome, em que o presidente Baleia [Rossi] me convidou e me pediu para assumir o MBD de Cuiabá. A partir do momento que há uma resistência, aí, claro, eu que vou conversar com os companheiros para que a gente possa chegar a um consenso e ter um MDB unido em Cuiabá”, disse.

O deputado aproveitou para ressaltar que, apesar dos embates públicos com a colega de partido, eles mantêm uma boa relação pessoal. Ele amenizou a tensão, mas pediu respeito por parte de Janaina. 

“Em relação à deputada Janaina Riva, nós temos às vezes embates públicos, mas isso não muda a relação pessoal que eu tenho com ela, eu tenho um carinho por ela e entendo a atuação parlamentar dela, por mais que eu discorde de pontos da atuação parlamentar dela por questões talvez ideológicas e visão de mundo. Agora eu também quero e exijo ser respeitado”, afirmou. 

Emanuelzinho destacou que em um partido é normal existir opiniões divergentes, mas pediu maturidade e paciência para a situação ser resolvida quanto antes. 

“Naturalmente há divergência, ninguém vai pensar igual, mas todo mundo precisa ter maturidade, pé no chão para que a gente possa chegar num caminho em comum que eu acho que muito em breve nós vamos ter. Até o final do mês uma decisão final”, finalizou.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]