Cuiabá, 21 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Política Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 08:36 - A | A

Sexta-feira, 07 de Junho de 2024, 08h:36 - A | A

SUPOSTA RACHADINHA

Câmara cassa mandato de Edna Sampaio pela segunda vez

Câmara Municipal de Cuiabá cassou o mandato da vereadora Edna Sampaio (PT), no início da tarde desta quinta-feira (6). Foram 19 votos favoráveis, 1 contrário e 5 ausências. O vereador Renivaldo Nascimento (PSDB) foi o único a votar contra o relatório. 

Está é a segunda vez que a petista perde o mandato e é declarada inelegível por 8 anos. A petista respondeu a um Processo Ético por quebra de decoro parlamentar por se apropriar da verba indenizatória que era destinada à então chefe de gabinete Laura Natasha de Oliveira.

Na primeira vez em que foi cassada, Edna teve a perda do mandato declarada por 20 votos favoráveis. Porém, conseguiu junto à Justiça anular o processo por conta de erros protocolares, como excesso de prazo e cerceamento de defesa. 

O caso veio à tona em maio do ano passado quando vazaram prints de conversas dela com a ex-chefe de gabinete. As informações indicaram que a parlamentar recebeu pelo menos R$ 20 mil em transferências feitas por Laura. As mensagens indicam que o dinheiro era referente à verba indenizatória que a servidora tinha direito. A parlamentar explicou, à época, que era usada apenas uma conta para custear os gastos do mandato.

Favoráveis

Adevair Cabral (Solidariedade)

Cezinha Nascimento (União Brasil)

Chico 2000 (PL)

Demilson Nogueira (PP)

Dilemário Alencar (União Brasil)

Luiz Fernando (União Brasil)

Eduardo Magalhães (Republicanos)

Felipe Correia (PL)

Jefferson Siqueira (PSD)

Kassio Coelho (Podemos)

Lilo Pinheiro (PP)

Marcos Britto (PV)

Maysa Leão (Republicanos)

Michelly Alencar (União Brasil)

Rodrigo Arruda e Sá (PSDB)

Rogério Varanda (PSDB)

Sargento Joelson (PSB)

Sargento Vidal (PSB)

Wilson Kero Kero (PMB)

Contrário

Renivaldo Nascimento (PSDB)

Ausentes

Didimo Vovô (PSB)
Edna Sampaio (PT)

Marcrean Santos (MDB)

Paulo Henrique (PV)

Mário Nadaf (PV)

Outro lado

Minutos antes da votação, em transmissão realizada em seu perfil no Instagram a vereadora Edna Sampaio afirmou que o presidente da Câmara, Chico 2000, fez uma manipulação da opinião pública e dos vereadores para prejudicá-la. Ainda disse que este processo contra ela possui vícios e "desrespeita qualquer princípio legal".

"Eu também acho que a justiça dos homens, mas também a de Deus, vai agir nesse sentido [...]. Eu não estou desanimada, tenho certeza que a decisão do juiz vai ser pela anulação desa bizarrice na Câmara, conduzida pelo presidente".

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]