Cuiabá, 15 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Polícia Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 16:42 - A | A

Segunda-feira, 03 de Junho de 2024, 16h:42 - A | A

PROCURADO

Mais de 300 policiais entram no 7º dia de buscas por suspeito de matar PM a tiros em Cuiabá

A vítima foi baleada na cabeça em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Bairro Morada do Ouro, no final de maio.

Por g1 MT

Mais de 300 policiais de Mato Grosso continuam a procura por Rafael Amorim de Brito, suspeito de matar a tiros o policial militar Odenil Alves Pedroso, de 46 anos, no final de maio. A vítima foi baleada na cabeça em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Nesta segunda-feira (3), as buscas pelo suspeito completam sete dias. A polícia identificou Rafael como executor após analisar imagens de câmera de monitoramento no dia seguinte ao crime, além de encontrar a moto, o capacete, uma jaqueta e as botas que teriam sido usadas no momento do crime.

 

Segundo a Polícia Militar, o suspeito já tem mandados de prisão em aberto por roubo e extorsão mediante sequestro. Durante as buscas, os policiais entraram em confronto com suspeitos que estariam dando apoio a fuga do suspeito na região norte do estado. Houve troca de tiros e acabaram morrendo.

A polícia pede ajuda à população pra localizar o suspeito e qualquer informação sobre o paradeiro dele pode ser repassada por meio dos telefones 190 e 197, com a garantia de sigilo absoluto.

Na terça-feira (28), o policial Odenil foi baleado na região da cabeça, segundo a Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT). De acordo com moradores do bairro onde o crime ocorreu, o agente estava em uma lanchonete quando foi atingido.

Câmeras de segurança próximas ao local registraram o momento do crime. No vídeo, é possível ver que o suspeito chega na unidade de saúde e se aproxima da vítima, já atirando. 

Ainda de acordo com a prefeitura, o secretário adjunto de Apoio à Segurança Pública, Mohamed Rachid Mohamed Hassoun, foi até o local para averiguar a ocorrência. O policial foi encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na mesa de cirurgia.

PMMT

assassino pm.jpg

Rafael Amorim de Brito, suspeito de matar a tiros o policial militar Odenil Alves Pedroso

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]