Cuiabá, 15 de Junho de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Judiciário Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2024, 15:19 - A | A

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2024, 15h:19 - A | A

EM SINOP

Autor de chacina em bar que matou sete pessoas vai a júri popular em MT

Edgar Ricardo de Oliveira, de 30 anos, responde por sete homicídios qualificados, incluindo o de uma adolescente, de 12 anos. A chacina aconteceu em março de 2023, em Sinop.

Edgar Ricardo de Oliveira, de 30 anos, autor da chacina em um bar de Sinop, a 503 km de Cuiabá, em fevereiro de 2023, vai a júri popular no dia 18 de junho deste ano. A data foi designada pela juíza Rosângela Zacarkim dos Santos, da 1ª Vara Criminal do município, nessa quarta-feira (14).

A defesa do acusado informou que trabalha "não para isentar a responsabilidade de Edgar, mas sim, para lutar por uma pena justa".

Em março de 2023, a Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou Edgar, que responde por sete homicídios qualificados, incluindo o de uma adolescente, de 12 anos.

Edgar e Ezequias Souza Ribeiro, que morreu em confronto com a polícia, mataram sete pessoas, depois de perderem um jogo, no dia 21 de fevereiro de 2023. De acordo a Polícia Militar, eles perderam a partida, foram buscar mais dinheiro, voltaram ao bar e perderam novamente. Depois de serem alvo de piadas das pessoas que participavam do jogo, foram até o carro e pegaram duas armas.

Em seguida, um deles, com uma pistola, rendeu as pessoas e as colocou na parede. Enquanto o outro chegou com uma espingarda e atirou nas vítimas.

Entenda o caso

 

Um vídeo registrado por um câmera de segurança mostra o momento em que um dos homens, com uma pistola, pede para que as algumas das vítimas fiquem de costas, viradas para a parede. Enquanto isso, um outro homem pega uma espingarda calibre 12 mm na caminhonete e chega atirando.

As vítimas, entre elas a adolescente, tentam correr e são atingidas já fora do bar. Segundo a perícia, a garota foi atingida por um tiro de espingarda nas costas.

Após a execução, os homens pegam o dinheiro que está em uma das mesas de sinuca e outros objetos pelo bar e fogem em uma caminhonete que estava estacionada em frente do bar.

Além de Edgar e Ezequias, nove pessoas estavam no local. Seis morreram no bar e um homem foi socorrido em estado grave pelo Corpo de Bombeiros. Ele morreu à noite no hospital.

Dois dias após o crime, Edgar se entregou à polícia e confessou o crime. A prisão ocorreu em um imóvel, na cidade onde o crime foi cometido.

Ele se entregou depois de saber da morte de Ezequias, em confronto, que aconteceu em uma área de mata, distante cerca de 15km da cidade, próxima ao aeroporto de Sinop.

O suspeito foi atingido e chegou a ser encaminhado ao Hospital Regional do município, mas não resistiu aos ferimentos.

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]