Cuiabá, 18 de Maio de 2024

icon facebook icon instagram icon twitter icon whatsapp

Cotidiano Terça-feira, 28 de Novembro de 2023, 16:00 - A | A

Terça-feira, 28 de Novembro de 2023, 16h:00 - A | A

ALERTA

Após mais de 30 dias de período educativo, fiscalização eletrônica das avenidas Miguel Sutil e Beira Rio inicia no dia 1º de dezembro

MÁRCIA MARTINS

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que o período educativo (mais de 30 dias) dos equipamentos eletrônicos de fiscalização na Avenida Miguel Sutil, próximo ao edifício Santa Rosa Tower, bairro Santa Rosa, onde a velocidade permitida é de 60 km/h, encerra-se nesta quinta-feira (30). O mesmo se aplica à Avenida Manoel José de Arruda (Avenida Beira-Rio), nas proximidades do viaduto Murilo Domingo, onde o limite é de 40 km/h. A partir de 1º de dezembro os veículos que trafegarem acima do limite estipulado nas vias receberão auto de infração. Os valores variam de acordo com a categoria: vão de infração média - 4 pontos (R$ 130,16) à gravíssima - 7 pontos (R$ 880,41). 

E já que as autuações começam a valer a partir desta sexta-feria, o secretário da Semob, Juares Samaniego, orienta que motoristas e motociclistas fiquem atentos. Segundo o secretário, a implantação dos equipamentos foi uma medida de segurança adotada após reunião com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 29ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Cuiabá, da Defesa Ambiental e da Ordem Urbanística, visando, acima de tudo, garantir maior segurança viária nos trechos considerados críticos e com alto fluxo de pedestres.

Conforme Samaniego, no trecho da Avenida Beira Rio, por exemplo, houve um grande clamor dos moradores da região devido ao atropelamento que resultou na morte de um jovem de 21 anos no ano passado. O jovem estava na Beira Rio, ao lado de um veículo estacionado, quando foi atingido por um carro que passou em alta velocidade. O motorista fugiu sem prestar socorro. 'Há tempos a Semob vem cumprindo um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a implantação de novos radares e, nestes dois pontos, foram realizadas diversas reuniões com representantes do MP, Sinfra e Semob para discutir a garantia da segurança dos pedestres e melhorias no trânsito', explica.

O secretário lembra que não existe multa sem infração. 'Existem leis de trânsito que devem ser respeitadas. Mesmo com muitos avisos e campanhas, ainda existem motoristas que insistem em não obedecer às leis e não respeitar os pedestres, por exemplo.'Vale lembrar que a instalação dos equipamentos de monitoramento é realizada após um estudo da Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito, composta pelos órgãos: Secretaria de Saúde do Município, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Judiciária Civil, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Comente esta notícia

Av. Brasil, 107-W

Cuiabá/MT

(65) 99962-8586

[email protected]